Notícia

De olho na Abertura da Bovespa

As principais bolsas europeias operam em alta e os índices futuros de Nova York, mistos, enquanto os juros dos Treasuries sobem depois de caírem ontem em meio a declarações de dirigentes do FED. A diretora Lael Brainard afirmou que as altas de preços na economia atualmente parecem ser movimentos pontuais. Também a diretora Mary Daly, da distrital de São Francisco, comentou que houve mudanças na dinâmica dos níveis de produção e emprego em relação aos preços, o que enfraquece a necessidade de retirar apoio monetário diante de uma possível alta inflacionária. Daly ainda defendeu apoio fiscal neste momento a fim de superar a crise provocada pela pandemia da covid-19, dizendo não concordar que isso provocaria inflação em demasia. Ao final do último pregão, o juro da T-note de dois anos operava estável, em 0,121%, o da T-note de 10 anos recuava a 1,407% e o do T-bond de 30 anos tinha baixa a 2,195%. Na Europa, o PMI composto da zona do euro subiu de 47,8 em janeiro para 48,8 em fevereiro. Na agenda, tem o relatório sobre criação de empregos no setor privado americano e o Livro Bege. O S&P 500 cai 0,80% e o Euro Stoxx tem alta de 0,66%. Também as bolsas asiáticas fecharam no terreno positivo nesta quarta-feira, mesmo após o PMI composto da China ter arrefecido de 52,2 em janeiro para 51,7 em fevereiro, informaram o IHS Markit e o Caixin Media. Além disso, os contratos futuros do petróleo sobem, apesar de o API haver estimado que o volume estocado da commodity bruta nos EUA deu um salto de 7,4 milhões de barris na última semana. No mercado local, deve ser repercutido o PIB do quarto trimestre de 2020, que somou R$ 2 trilhões, alta de 3,2% em relação aos três meses anteriores. O resultado ficou acima da mediana das previsões de analistas, de 2,8%, segundo a Agência Estado. Mas, na comparação anual, houve queda de 1,1%. No ano, o recuo foi de 4,1%, a maior contração desde 1996. No âmbito sanitário, o Brasil registrou 1.726 mortes ontem por covid-19, o número mais alto em 24 horas desde o início da pandemia. Entre as 27 capitais, há 20 com taxas de ocupação de leitos de UTI para pacientes com coronavírus acima de 80%. Governadores e prefeitos têm adotado medidas de restrição e até lockdown para tentar reduzir o contágio. Até ontem, o número de pessoas vacinadas contra a doença era de 7.106.147, o equivalente a 3,36% da população brasileira. Na agenda, tem o leilão de rolagem antecipada de LFT.

Às 09h45, o Ibovespa futuro registrava queda de 0,25%.

Segundo nossa equipe de análise gráfica, com a retomada de força compradora no intraday a partir do fundo nos 107.319, o Ibovespa superou os 111.037 e atingiu região de resistência nos 112.428/112.445. Na realização dos lucros, pode recuar até os 110.510, inicialmente.

Lembramos que o Ibovespa é um índice, ou seja, reflete apenas o comportamento misturado das ações líderes, de modo que as análises individuais devem ser observadas no módulo de Análise Gráfica.

Bom dia e bons negócios!